Países começam a flexibilizar medidas para garantir a retomada econômica

  • Por Jovem Pan
  • 29/04/2020 06h12
Lucas Lacaz/Estadão ConteúdoAo todo, 301 pessoas morreram por coronavírus na Espanha nas últimas 24 horas e o número de mortes está perto de 24 mil

A Espanha anunciou, nesta terça-feira (28), um plano de quatro fases para suspender as medidas de isolamento e voltar à normalidade até o final de junho. O país adotou algumas das medidas sanitárias mais rígidas da Europa.

A progressão, que começa no dia 4 de maio, vai depender da evolução do número de infectados e leitos disponíveis, por exemplo. Na primeira fase, os restaurantes poderão abrir os espaços com menos de 30% da capacidade.

Ao todo, 301 pessoas morreram por coronavírus na Espanha nas últimas 24 horas e o número de mortes está perto de 24 mil.

Nesta terça-feira, Portugal anunciou a suspensão do estado de emergência. O país deve também iniciar a reabertura do comércio e dos serviços não essenciais a partir do dia 3 de maio.

O primeiro-ministro francês, Eduard Filipe, afirmou que o isolamento social salvou dezenas de milhares de vidas no país, mas que é hora de flexibilizar as restrições para evitar o colapso econômico. A França deve reduzir as medidas de isolamento a partir do dia 11 de maio.

Na Rússia, o presidente Vladimir Putin afirmou que o país ainda não chegou no pico de infecções por coronavírus e que por isso ainda não é o momento de pensar em flexibilização do isolamento. Putin disse que o país só vai começar a considerar deixar a quarentena a partir do dia 12 de maio.

*Com informações do repórter Renan Porto