Papa Francisco implora por ‘perdão do Senhor’ às vítimas de abusos sexuais na Irlanda

  • Por Jovem Pan
  • 27/08/2018 05h51 - Atualizado em 27/08/2018 12h06
Claudio Peri/Agência EFE Papa Francisco Recentemente, investigações revelaram que quase 15 mil pessoas, a maioria crianças, foram vítimas de abusos por padres católicos

No segundo dia de visita a Irlanda, o Papa Francisco implorou o perdão de Deus pelos casos de abusos sexuais cometidos por membros da Igreja Católica no país.

Recentemente, investigações revelaram que quase 15 mil pessoas, a maioria crianças, foram vítimas de abusos por padres católicos. A Igreja é acusada de ter encobertado.

Em 2010, o então Papa Bento XVI já havia reconhecido a prática desses crimes. Mas, nesse fim de semana, o Papa Francisco falou que sente vergonha e sofrimento diante do fracasso das autoridades da Igreja para enfrentar de forma adequada os crimes hediondos cometidos no passado na Irlanda.

Apurações ainda mais recentes trouxeram à tona práticas ilegais de adoção de filhos de mães solteiras, realizadas pelo Estado irlandês com a cumplicidade da Igreja Católica.

O grande número de acusações de abusos sexuais cometidos por padres contribui para a crescente perda de influência da Igreja na sociedade irlandesa e em outros países.

No começo desse ano, o Papa Francisco foi recebido com protestos no Chile, depois de ter negado que o ex-sacerdote chileno Fernando Karadima tivesse cometido qualquer abuso sexual, mesmo havendo o depoimento de mais de 75 vítimas.

Meses depois, o Papa Francisco voltou atrás e pediu perdão por não ter acreditado nas acusações logo de início.

*Informações do repórter Caio Rocha