Papa Francisco teme derramamento de sangue na Venezuela por conta de crise política

  • Por Jovem Pan
  • 29/01/2019 06h42
EFE/ Angelo CarconiAs declarações foram feitas quando o pontífice voltava do Panamá, onde participou da Jornada Mundial da Juventude

O Papa Francisco afirmou nesta segunda-feira (28) que teme um derramamento de sangue na Venezuela e que a violência possa resultar da crise política no país.

As declarações foram feitas quando o pontífice voltava do Panamá, onde participou da Jornada Mundial da Juventude.

Passando para outro assunto, o Papa Francisco rejeitou o questionamento do celibato dos padres em vigor no catolicismo romano. No entanto, ele disse que a questão está sendo considerada para lugares muito remotos como, por exemplo, as ilhas do Pacífico ou na Amazônia, onda há poucos padres locais.

*Informações do repórter Victor Moraes