Para evitar crise, Moreira Franco deve se encontrar com presidente da Petrobras

  • Por Jovem Pan
  • 27/07/2018 06h33 - Atualizado em 27/07/2018 06h33
Marcelo Camargo / Agência BrasilMinistro de Minas e Energia, Moreira Franco, diz que não é o momento oportuno para a manutenção do campo de pré-sal e que não crê em desabastecimento de energia

O ministro de Minas e Energia vai pedir mudanças na manutenção de um campo de pré-sal que está afetando o abastecimento de usinas termoelétricas. Moreira Franco deve se encontrar, nesta sexta-feira (27), com o presidente da Petrobras, Ivan de Souza Monteiro.

A estatal está realizando uma manutenção programada no campo de Mexilhão, na bacia de Santos que deve durar pelo menos até o começo de setembro. O problema é que essa operação está sendo realizada bem no meio do inverno, época de tempo seco, e o petróleo derivado desse campo é importante para o abastecimento das termoelétricas.

Sem o combustível, o Operador Nacional do Sistema Elétrico estima que sete usinas podem ter que parar de funcionar temporariamente.

Moreira Franco, diz que não é o momento oportuno para a manutenção do campo de pré-sal e que não crê em desabastecimento de energia. “Vou solicitar se tecnicamente se busca um momento mais adequado para se fazer a manutenção”, declarou.

O ministro de minas e energia deu a declaração na manhã desta quinta-feira pouco antes do leilão da distribuidora de energia Cepisa, do Piauí, realizado em São Paulo. A disputa foi vencida pela Equatorial, que já controla distribuidoras nos estados do Pará e do Maranhão.

*Com informações do repórter Tiago Muniz