Para formular políticas, Governo quer reunir informações referentes à segurança em estradas do País

  • Por Jovem Pan
  • 31/07/2018 06h45
Divulgação/ MGO RodoviasAinda não existe nenhuma previsão orçamentária, mas o Governo explica que o projeto conta com apoio do setor privado

Com o objetivo de reduzir pela metade em um prazo de 10 anos, as cerca de 40 mil mortes que acontecem todos os anos no país, o Governo fala em reunir em um único arquivo, todas as informações referentes à segurança nas estradas brasileiras.

A ideia, segundo o ministro das Cidades, Alexandre Baldy, é a partir daí elaborar um diagnóstico mais preciso sobre a situação, para tentar definir políticas mais eficientes. “Os dados hoje são por diversas fontes, por isso o primeiro passo é que tenhamos os dados mais assertivos possíveis coletados. Para que a gente consiga formular políticas de acordo com cada Estado”, disse.

Ainda não existe nenhuma previsão orçamentária, mas o Governo explica que o projeto conta com apoio do setor privado.

Segundo o Governo, os acidentes causam um prejuízo anual de 50 bilhões de reais à sociedade, por isso é preciso garantir parcerias para tentar minimizar o impacto negativo na economia.

O piloto Felipe Massa ressaltou que é preciso que as pessoas se conscientizem dos riscos da imprudência no volante: “não beber e dirigir é o que todos nós temos que fazer e seguir as regras, como escrever no telefone dirigindo. Talvez isso seja algo novo que acaba acontecendo tantos acidentes também”.

Segundo ele, é preciso que as pessoas se atentem para pequenos cuidados como usar o cinto de segurança e levar as crianças sempre no banco de trás.

*Informações da repórter Luciana Verdolin