Paratletas concluem participação e esperam grande Parapan

  • Por Jovem Pan
  • 19/08/2019 11h14
BRUNO ROCHA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDOOs jogos Parapan-Americanos começam no dia 23 de agosto e vão até o dia 1 de setembro

Calibra aqui, conserta ali. Os atletas paralímpicos do Brasil fizeram o último treino antes de viajar para o Peru no sábado. Os jogos Parapan-Americanos começam no dia 23 de agosto e vão até o dia 1 de setembro.

Ao todo, serão 337 atletas brasileiros em 17 modalidades. Uma delas é o vôlei feminino.

“A seleção feminina paralímpica de vôlei conseguiu sua melhor performance nos Jogos em Toronto, em 2015. Em busca do tão sonhado ouro, elas precisam ganhar dos maiores rivais: as norte-americanas.”

É bom lembrar que as nossas rivais já estão classificadas para o paraolímpico de Tóquio 2020, no ano que vem, o que significa que abre mais uma vaga já que elas devem brigar por medalha.

Quem também está atrás da primeira medalha de ouro são as meninas do basquete de cadeira de rodas. Nos dois últimos Parapans, elas foram medalha de bronze.

Débora Costa, atleta do basquete feminino, está na seleção desde 2008. Natural de Belém do Pará, ela conta que começou no esporte por causa de um amigo.

O cara que tira o máximo delas é Wilson, também conhecido como Caju. Ele é daqueles técnicos simpáticos, mas na hora do treino é rígido. Há 13 anos comandando a seleção, ele só pensa na vaga pra Tóquio no ano que vem.

E, olha que curioso, o time de basquete tem até mecânico. Marcelo Romão explica que como o jogo tem muito contato, as cadeiras precisam de todo o cuidado necessário.

No quadro geral de medalhas, nas últimas 3 edições, o Brasil não conhece outro resultado que não seja o primeiro lugar . No Rio 2007, em Guadalajara 2011 e Toronto 2015.

Neste último, foram 257 medalhas, das quais, 109 de ouro, 74 de prata e 74 de bronze.

*Com informações do repórter Victor Moraes