Parlamentares avaliam positivamente nomeação de Decotelli

Deputados também debateram sobre a questão das cotas, alvo do último ato de Weintraub à frente do MEC

  • Por Jovem Pan
  • 27/06/2020 07h51 - Atualizado em 27/06/2020 07h52
Luis Fortes/MECNo Congresso, parlamentares de diferentes partidos esperam que com a troca, o diálogo com o MEC melhore

Deputados destacaram o perfil mais técnico do novo ministro da Educação, Carlos Alberto Decotelli, em debate para o programa Pra Cima Deles, nesta sexta-feira (26). No Congresso, parlamentares de diferentes partidos esperam que com a troca, o diálogo com o MEC melhore e projetos da área sejam implementados com mais facilidade.

O deputado Bibo Nunes (PSL) pontuou que o ministro anterior, Abraham Weintraub era “ideologicamente muito forte” — mas disse que aprova o perfil de Decotelli e acredita que a escolha foi uma resposta do presidente Jair Bolsonaro aos críticos.

O líder do Novo, deputado Paulo Ganime, disse que recebeu boas referências em relação ao ministro. Para ele, um dos principais desafios do Ministério da Educação é proporcionar um ambiente mais plural nas escolas, de modo que vertentes de um determinado campo ideológico não se sobreponham ao bom debate.

Os deputados também debateram sobre a questão das cotas, alvo do último ato de Abraham Weintraub à frente do MEC. Em uma portaria horas antes de anunciar sua demissão, ele dificultou a adoção do sistema de cotas raciais em cursos de pós-graduação. Tanto Bibo Nunes como Paulo Ganime teceram críticas ao atual sistema de cotas e se mostraram favoráveis a uma mudança.

A nomeação de Carlos Decotelli também foi bem recebida pelo senador Oriovisto Guimarães (Podemos). Para ele, é positivo o novo ministro ter perfil diferente dos anteriores.

*Com informações do repórter Levy Guimarães