Parlamentares já indicam pontos que devem sofrer mudanças no texto da reforma da Previdência

  • Por Jovem Pan
  • 21/02/2019 06h35
Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência BrasilMudança na aposentadoria rural e exclusão das aposentadorias sociais são os pontos mais atacados

Meia hora depois da apresentação no Congresso do projeto de reforma da Previdência, deputados e senadores já indicaram pontos que devem sofrer mudanças. Até aliados do presidente Jair Bolsonaro admitem que o texto vem com “gorduras” a serem cortadas.

Mudança na aposentadoria rural e exclusão das aposentadorias sociais são os pontos mais atacados. Benefício de prestação continuada com R$ 400 não agrada e a indicação é de manutenção do salário-mínimo para todas as aposentadorias.

E os governadores dizem que o ponto mais importante ainda não chegou ao Congresso, que é a definição das aposentadorias de militares. Os governos estaduais têm problemas com estas aposentadorias, além da de civis e professores.

O presidente Jair Bolsonaro foi recebido no Congresso com laranjas pelos partidos de oposição, mas ele não viu a manifestação porque já estava no gabinete do presidente da Câmara, Rodrigo Maia.

Um grupo parlamentar em defesa da livre iniciativa e controle de gastos públicos decidiu apoiar e forçar a aprovação das mudanças na Previdência.

*Informações do repórter José Maria Trindade