Pastor é detido acusado de integrar quadrilha que roubava templos religiosos

  • Por Jovem Pan
  • 25/08/2017 08h38 - Atualizado em 25/08/2017 12h13
Pastor Givanildo Borges, da Igreja Mundial do Poder de Deus, é acusado de ser chefe de quadrilha de assaltantes

Um pastor procurado por integrar uma quadrilha especializada em ataques contra templos evangélicos foi preso por uma equipe do Departamento Estadual de Investigações Criminais.

Givanildo Borges, de 37 anos, foi encontrado em uma farmácia, em Santana, na zona norte de São Paulo. As investigações apontavam que o pastor trabalhava, há dois meses, como balconista desta farmácia.

O delegado responsável pelo caso afirmou que ninguém desconfiava desta versão criminosa de Givanildo, muito menos que tinha sido pastor, completou Vagner Alves da Cunha.

O pastor Givanildo era investigado em seis casos de roubo a templos. Ele está preso temporariamente no 77º Distrito Policial, em Santa Cecília, centro da capital.

*Informações do repórter Felipe Palma