Pedido de Demóstenes Torres para anular cassação já está pronto para a CCJ do Senado

  • Por Jovem Pan
  • 19/10/2017 06h21 - Atualizado em 19/10/2017 10h51
Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência BrasilTorres, que voltou ao cargo de procurador em Goiás, recebeu salários não pagos, e, agora, filiado ao PTB, quer, ao menos, anular a inelegibilidade

Já está pronto para ir ao plenário da Comissão de Constituição e Justiça do Senado o pedido do senador cassado Demóstenes Torres para anular sua cassação. Ele prepara a volta para a política depois de ganhar em todas as instâncias da Justiça a absolvição e a destruição das provas que o ligaram ao bicheiro Carlinhos Cachoeira.

Torres, que voltou ao cargo de procurador em Goiás, recebeu salários não pagos, e, agora, filiado ao PTB, com ficha de filiação endossada pelo líder do partido na Câmara, deputado Jovair Arantes, quer, ao menos, anular a inelegibilidade.

O recomeço seria como deputado federal pelo Estado de Goiás.

Para o senador Randolfe Rodrigues (Rede), que, na época, representou contra Demóstenes, considerou impossível a anulação de uma cassação de mandato: “eu acho que isso não tem cobertura jurídica. A decisão que por ventura vier beneficiar ele nessa matéria terá de ser decisão jurídica. Acho que não tem essa possibilidade. Teve um processo para essa cassação”.

O que anima o senador cassado é a atual onda de corporativismo do Senado com a volta ao mandato do senador Aécio Neves. Se a Casa não aceitar a anulação da cassação do mandato, Demóstenes já se mostrou preparado para ir ao Supremo Tribunal Federal.

*Informações do repórter José Maria Trindade