Pela segunda vez, João de Deus presta depoimento ao MP-GO

  • Por Jovem Pan
  • 15/01/2019 06h38 - Atualizado em 15/01/2019 09h45
Cesar Itiberê/Fotos PublicasO interrogatório poderá ser usado para reunir informações para uma outra denúncia que o órgão pretende apresentar nos próximos dias

Nesta segunda-feira (14), o médium João de Deus prestou novo depoimento ao Ministério Público de Goiás. Ele foi ouvido no Núcleo de Custódia de Aparecida de Goiânia, onde está preso desde o dia 16 de dezembro.

Essa foi a segunda vez que João de Deus se encontrou com os promotores que integram a força-tarefa para esclarecer as acusações de crimes sexuais atribuídos a ele, por mulheres que frequentaram a Casa Dom Inácio de Loyola, em Abadiânia.

O interrogatório poderá ser usado para reunir informações para uma outra denúncia que o órgão pretende apresentar nos próximos dias. Todas as vezes em que o médium foi ouvido, ele negou que tenha praticado qualquer crime.

Na semana passada, a Justiça goiana aceitou a denúncia feita pelo MP do Estado e João de Deus tornou-se réu pelos crimes de estupro de vulnerável e violação sexual. Ele e a esposa também foram indiciados pela Polícia Civil por posse ilegal de armas.

Na sexta-feira, a defesa do médium protocolou no Supremo Tribunal Federal um pedido de desistência do habeas corpus. De acordo com um dos advogados que defende João de Deus, a desistência foi uma estratégia processual, já que a equipe vai aguardar o julgamento de outro pedido de soltura protocolado no Tribunal de Justiça do Estado de Goiás.

*Informações da repórter Natacha Mazzaro