Pelo menos 105 imigrantes estão desaparecidos após naufrágio na Líbia; 134 foram resgatados com vida

  • Por Jovem Pan
  • 26/07/2019 07h42 - Atualizado em 26/07/2019 07h43
EFEAcidente pode ser o mais letal com imigrantes do ano

Um barco que transportava imigrantes sobre o mar Mediterrâneo naufragou nesta quinta-feira (25) deixando 105 pessoas desaparecidas. O número foi divulgado em um comunicado feito pela marinha da Líbia, que ainda confirmou que outros 134 imigrantes foram resgatados e um corpo recuperado.

Caso as mortes sejam confirmadas, o naufrágio, que aconteceu nas proximidades da cidade líbia de Khoms, a 120 quilômetros da capital, Trípoli, pode ser considerado o mais letal desde o início deste ano.

O país é um dos principais pontos de partida para quem tenta cruzar o Mediterrâneo com destino à Europa. De acordo com a marinha, a embarcação era de madeira e transportava 250 migrantes clandestinos, entre eles mulheres e crianças.

O Comissário das Nações Unidas para Refugiados, Filipo Grandi, afirmou em seu Twitter que esta é, de fato, a pior tragédia de 2019 no Mediterrâneo. O último naufrágio aconteceu no começo de junho, na costa da Turquia,  e deixou 60 mortos.

A estimativa das Nações Unidas é que pelo menos 426 pessoas morreram tentando atravessar o mar desde o início do ano.

*Com informações do repórter Renan Porto