Pelo Twitter, Juarez Cunha anuncia demissão da presidência dos Correios

  • Por Jovem Pan
  • 20/06/2019 06h46 - Atualizado em 20/06/2019 08h09
José Cruz/Agência Brasil O general Juarez Cunha estava no cargo desde novembro de 2018 após indicação do ex-presidente Michel Temer

O presidente dos Correiros, general Juarez Cunha, confirmou a sua demissão neste terça-feira (19). Pelo Twitter, ele disse que ‘foram 7 meses de alegria, obtendo excelentes resultados, conduzindo a recuperação da empresa e fazendo grandes amigos’.

A saída do chefe da estatal já era esperada desde a sexta-feira (14), quando o presidente Jair Bolsonaro anunciou que o demitiria por ter se comportado como um sindicalista quando foi ao Congresso.

Na ocasião, Juarez Cunha criticou uma possível privatização da empresa, que já é dada como certa nos planos do Governo. Ele também tirou fotos com parlamentares da oposição.

Bolsonaro ainda não definiu quem será o novo ocupante do cargo.

O general Juarez Cunha presidia os Correiros desde novembro de 2018 ao ser indicado pelo ex-presidente Michel Temer.

No último dia de trabalho, ele enviou uma carta aos funcionários da empresa com elogios aos servidores e adaptando o bordão do governo: ‘Brasil acima de tudo, Correio no coração de todos’.

*Com informações do repórter Levy Guimarães