Penitenciárias podem adotar contêineres para isolar detentos com coronavírus

  • Por Jovem Pan
  • 21/04/2020 06h29 - Atualizado em 21/04/2020 08h40
Valter Campanato/Agência BrasilSó no presídio da Papuda, em Brasília, há mais de 60 casos confirmados

O Ministério da Justiça e Segurança Pública planeja usar “contêineres adaptados” para isolar presos idosos e contaminados pelo novo coronavírus.

O ofício da pasta solicita autorização do Presidente do Conselho Nacional de Polícia Criminal e Penitenciária para criar “vagas temporárias” com o intuito de separar detentos não contaminados, mas que são do grupo de risco, do restante dos presos.

Dados divulgados pelo Departamento Penitenciário Nacional, do governo federal, apontam que sete estados brasileiros têm pelo menos uma confirmação da covid-19 no sistema penitenciário. Só no presídio da Papuda, em Brasília, há mais de 60 casos confirmados.

Segundo o ofício enviado pelo Departamento Penitenciário Nacional, esses contêineres poderiam ser utilizados ainda para receber presos infectados, mas sem complicações e que só necessitem ficar isolados dos demais.

Além disso, os equipamentos poderiam receber estruturas de atendimento médicos nos presídios. A utilização dos contêineres nas cadeias deve seguir uma série de critérios, entre eles normas de proteção contra incêndios e espaço adequando para acomodação dos presos.

A decisão deve sair na quinta-feira (23).

*Com informações do repórter Leonardo Martins