Personalidades extremistas são banidas das redes sociais

  • Por Jovem Pan
  • 03/05/2019 08h29
DivulgaçãoSegundo a companhia, indivíduos e organizações que promovem violência ou ódio sempre foram banidos das plataformas.

O Facebook bloqueou contas de extremistas norte-americanos de todas as redes sociais da empresa.

Segundo a companhia, indivíduos e organizações que promovem violência ou ódio sempre foram banidos das plataformas.

Os usuários passaram por longo processo de avaliação antes de serem retirados dos sites.

Uma das personalidades bloqueadas foi Alex Jones, criador do programa Infowars.

No ano passado, ele já tinha sido banido de algumas plataformas. O conteúdo dos podcasts de Jones foram proibidos no Twitter, Facebook, Youtube e Spotify.

Até a decisão desta quinta-feira, o extremista permanecia ativo no Instagram, site que pertence à Mark Zuckerberg.

Jones é conhecido nos Estados Unidos por propagar teorias da conspiração. Foi ele o responsável por espalhar a história falsa de que o governo dos Estados Unidos havia manipulado o clima para criar o Furacão Sandy.

Tanto as contas individuais de Alex Jones quanto o programa fundado por ele, o Infowars, estão fora das plataformas que pertencem ao Facebook.

Também foram barrados outros extremistas, como Paul Joseph Watson, Laura Loomer e Louis Farrakhan, líder de um movimento criticado por discursos antissemitas.