Pesquisa revela que Intervenção não diminuiu criminalidade no RJ

  • Por Jovem Pan
  • 18/07/2018 08h49 - Atualizado em 18/07/2018 08h53
Tomaz Silva/Agência BrasilCasos de homicídios decorrentes de ações policiais subiram 59,8%, no Rio de Janeiro, em relação ao mesmo mês do ano passado

Roubos de cargas registram queda, mas mortes por intervenção policial dão salto no Rio de Janeiro, segundo dados do Instituto de Segurança Pública. O levantamento é referente aos registros de ocorrências lavrados na Polícia Civil em junho.

Casos de homicídios decorrentes de ações policiais subiram 59,8% em relação ao mesmo mês do ano passado. Sobre o roubo de carga o patamar não foi apontado apenas pela greve dos caminhoneiros, uma vez que trata-se do terceiro mês consecutivo de queda, que na comparação com o mesmo período de 2017 teve redução de 23%.

Para o professor da UNB e membro do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, Arthur Trindade, os números mostram que a intervenção no estado, não apresenta modificações no cenário da violência.

“O que a gente percebe com esses dados é que a Intervenção não mudou, de maneira significativa, nenhuma das tendências de criminalidade que o Rio de Janeiro apresentava. Não diminuiu os crimes que estavam aumentando. Os que estavam crescendo continuaram crescendo. Também não tiveram grandes efeitos aqueles que diminuíram e continuaram a diminuir. A observação é que a Intervenção não mudou nenhuma tendência criminal no Rio de Janeiro”, explicou o acadêmico.

De acordo com o Instituto este ano foram registrados 755 casos de roubos de cargas, contra 982 do ano passado.

*Com informações do repórter Daniel Lian