Pesquisadores brasileiros descobrem espécie inédita de dinossauro no Paraná

  • Por Jovem Pan
  • 27/06/2019 09h36
Divulgação/USPVespersaurus Paranaensis

Há 90 milhões de anos atrás, a área que hoje corresponde ao estado do Paraná era um deserto por onde andava uma espécie de dinossauro carnívoro bípede, com garras afiadas e pouco mais de um metro e meio de comprimento. Esta foi a mais recente descoberta de um grupo de paleontólogos das Universidade de São Paulo (USP) e Estadual de Maringá, do Museu de Paleontologia de Cruzeiro do Oeste e do Museu Argentino de Ciências Naturais.

Os pesquisadores descobriram o fóssil do animal em Cruzeiro do Oeste. Trata-se de uma nova espécie de dinossauro, batizada de Vespersaurus Paranaensis.

Vesper significa oeste, em latim, uma referência à cidade onde o fóssil foi encontrado.

O paleontólogo da USP, Max Cardoso Langer, explica o que diferencia o dinossauro do paraná de outros animais. “Esse dinossauro é único por conta das características anatômicas do seu pé, que não são conhecidas em nenhuma outra espécie do mundo. Ele tem um dedo central alongado, que servia para dar suporte durante a locomoção, e esse dedo era flanqueado por dois dedos reduzidos que tinham a garra em forma de lâmina, que serviria para a captura de presas. Seria, então, um animal carnívoro.”

O Vespersaurus Paranaensis pertence ao grupo dos Terópodos, que inclui os famosos Tiranossauro e Velociraptor. Aagora, os pesquisadores esperam que a descoberta estimule mais pesquisas paleontológicas na região onde o dinossauro foi encontrado.

*Com informações da repórter Mariana Janjácomo