‘Pessoas têm que reconhecer DF como a grande capital que é’, diz governador eleito, Ibaneis Rocha

  • Por Jovem Pan
  • 29/10/2018 06h56 - Atualizado em 29/10/2018 06h57
Fátima Meira/Estadão ConteúdoEm entrevista exclusiva ao Jornal da Manhã, Ibaneis Rocha ressaltou que o Estado precisa se tornar a “capital da República”

O governador eleito Ibaneis Rocha (MDB) afirmou que terá um “relacionamento de primeira linha” com o presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), pois “as pessoas têm que reconhecer DF como a grande capital que ela é.”.

Em entrevista exclusiva ao Jornal da Manhã, Ibaneis Rocha ressaltou que o Estado precisa se tornar a “capital da República”, e disse que a geração de empregos e atenção à saúde serão os principais pontos de seu governo.

“Vamos empreender de forma muito forte no empreendedorismo, para fazer as empresas crescerem, acabar com desemprego e voltar a arrecadar. DF tem que achar seu rumo, e é integrando Norte, Nordeste, Sul e Sudeste. Tirar a cidade dessa depressão econômica que ela vive”, afirmou.

Ibaneis Rocha destacou ainda que recursos que chegarem serão voltados à saúde: “pessoas querem saúde de qualidade”.

Sobre a vitória de nomes novos na política, o governador eleito disse que é reflexo de uma população cansada dos desmandos e da corrupção e negou que o problema seja apenas com o PT. “As urnas puniram aqueles que participaram de atos de corrupção. Vai ser governo transparente, analisar contas, governo feito para a população, sem demagogia”.

Eleição

Candidato mais votado no primeiro turno, Ibaneis confirmou o que as pesquisas de intenção de voto já apontavam e foi eleito com uma boa folga sobre Rollemberg, que é o atual governador do Distrito Federal.

Esta foi a primeira vez que Ibaneis concorreu a um cargo público. O advogado presidiu a seccional do DF da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) entre 2013 e 2015. Até a eleição, ele foi diretor do conselho federal e corregedor-geral da entidade.

Confira a cobertura completa das Eleições 2018