Petrobras repatria funcionários da Ásia e proíbe viagens

  • Por Jovem Pan
  • 03/02/2020 06h28
EFE/EPA/MARK R. CRISTINOA Petrobras retirou seus funcionários dos países asiáticos afetados pelo coronavírus

A Petrobras decidiu suspender as viagens de prestadores de serviços para China, Japão e Singapura por conta do coronavírus. O surto da doença vem avaçando, e segundo especialistas, pode em breve se transformar em uma epidemia ou pandemia.

Na China, quase 300 pessoas já morreram. Aqui no Brasil, são quase 20 casos suspeitos, nenhum no Rio de Janeiro por enquanto. Além de suspender as viagens aos países asiáticos, a petrolífera está trazendo de volta funcionários que estavam em missões no continente, especialmente na China. Ao todo, são 37 pessoas, delas, 24 já estão no caminho de volta. Até um funcionário da estatal que passava férias no local foi convocado para retornar ao Brasil.

Outras empresas, como a mineradora Vale, também estão suspendendo as suas viagens de funcionários para evitar qualquer tipo de risco de contaminação da doença. As grandes empresas estão monitorando a evolução da doença.

Especialistas temem que se o coronavírus se transformar em uma pandemia, – além do risco sanitário e dos vários óbitos que devem ser registrados – o crescimento mundial pode ser comprometido, o que seria muito ruim para países como o Brasil, um grande exportador de matéria prima de commodities para a China, seu principal parceiro comercial.

* Com informações do repórter Rodrigo Viga.