Pezão espera fechar processo para aprovação do Plano de Recuperação Fiscal ainda em setembro

  • Por Jovem Pan
  • 29/08/2017 06h49
Governador Luiz Fernando Pezão e prefeitos discutem medidas contra a crise econômica nas cidades no entorno do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro em reunião no Palácio Guanabara (Fernando Frazão/Agência Brasil)Segundo Pezão, há muitas burocracias a serem vencidas junto à União e ao Tesouro Nacional para que o RJ possa caminhar para esse empréstimo de R$ 3,5 bilhões

O governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, disse, em entrevista à Jovem Pan, que espera, em meados de setembro, já ter vencido toda a burocracia necessária para a homologação, no Estado, do Plano de Recuperação Fiscal Federal e, em seguida, obter o empréstimo de R$ 3,5 bilhões, que vai ser usado para colocar em dia a folha de pagamento dos servidores.

O governo do Estado recentemente, após vender a folha de pagamentos do funcionalismo público, conseguiu liquidar os passivos de maio, junho e julho, mas não tem dinheiro suficiente para os pagamentos dos salários de agosto, muito menos para quitar o 13º salário do ano passado.

Segundo Pezão, há muitas burocracias a serem vencidas junto à União e ao Tesouro Nacional para que o RJ possa caminhar para esse empréstimo de R$ 3,5 bilhões. De acordo com o governador, há 11 bancos interessados no financiamento, que é visto como a salvação para o Estado.

*Informações do repórter Rodrigo Viga