Pezão vai a Brasília para formalizar protocolo de atuação das Forças Armadas no RJ

  • Por Jovem Pan
  • 04/01/2018 06h18 - Atualizado em 04/01/2018 06h19
Tomaz Silva/Agência BrasilAlguns pontos estão previamente definidos, entre eles o fato de as Forças Armadas não fazerem policiamento ostensivo na atuação no RJ

O governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, vai para Brasília nesta quinta-feira (04), se reunir com ministros do presidente Michel Temer, para formalizar um protocolo de atuação das Forças Armadas até o final do ano no Estado.

Alguns pontos estão previamente definidos, entre eles o fato de as Forças Armadas não fazerem policiamento ostensivo na atuação no RJ. No ano de 2017 as Forças Armadas foram acionadas para intervenções e ações de cerco em comunidades, mas sem policiamento ostensivo na cidade ou no Estado.

Outro pedido que será feito pelo ministro da Justiça, Torquato Jardim, pelo ministro da Defesa, Raul Jungmann, e pelo ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional, Sérgio Etchegoyen, é para que o governador Pezão se empenhe ao máximo para colocar e manter em dia os salários e bonificações dos agentes de segurança.

O entendimento dos ministros é que com o salário em dia, o entendimento entre forças federais e locais será ainda melhor.

Até agora, as Forças Armadas, nas ações realizadas no RJ, já gastaram cerca de R$ 75 milhões. Em todo o País, o deslocamento de tropas das Forças Armadas custou aos cofres públicos mais de R$ 250 milhões.

*Informações do repórter Rodrigo Viga