PF apreende mais de três toneladas de cocaína em Porto de Natal, no RN

  • Por Jovem Pan
  • 16/02/2019 09h32
Divulgação/PF-RNOs quase três mil pacotes contendo mais de três toneladas de cocaína estavam escondidos em meio a mangas e melões encaixotados em contêineres

Após duas operações que apreenderam nesta semana mais de três toneladas de cocaína no Porto de Natal, a Polícia Federal informou que a capital potiguar é ponto de partida de uma rota do tráfico internacional de drogas.

A PF já sabia da existência de transporte por aviões, caso em que o entorpecente é levado na bagagem ou preso ao corpo de passageiros. A novidade é o trajeto marítimo.

As duas apreensões feitas pela PF com a ajuda da Receita Federal foram as primeiras da história do terminal, aberto em 1932. Os quase três mil pacotes contendo mais de três toneladas de cocaína estavam escondidos em meio a mangas e melões encaixotados em contêineres.

O destino era o porto de Roterdã, na Holanda.

O delegado Agostinho Cascardo disse que a droga vem da Colômbia, Bolívia ou Peru e que os traficantes usam Natal por dois motivos: pela posição geográfica, já que é a capital brasileira mais próxima da Europa, e porque o Porto de Natal não possui um escâner de contêineres, o que dificulta a fiscalização.

*Informações do repórter Victor Moraes