PF deflagra nova fase da Lava Jato no RJ e prende banqueiro ligado a Cabral

  • Por Jovem Pan
  • 03/08/2018 07h32
Reprodução/TwitterO banqueiro Eduardo Plass, dono do TAG Bank e sócio da Opus Participações foi preso nesta manhã

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta sexta-feira (03) uma nova etapa da Operação Lava Jato no Rio de Janeiro.

O banqueiro Eduardo Plass, dono do TAG Bank e sócio da Opus Participações foi preso nesta manhã. O banco é relacionado ao esquema de corrupção que uniu Sérgio Cabral e Eike Batista. Plass mora em Londres, mas estava no RJ, o que fez acender o alerta das autoridades.

Há ainda, nesta fase, mais dois mandados de prisão.

Segundo os procuradores, offshores de Plass foram usadas na compra de joias por Cabral, no valor de US$ 40 milhões. O MP já havia investigado que a compra de joias fazia parte do esquema de lavagem de dinheiro e corrupção praticado pelo ex-governador fluminense.

De acordo com as investigações, foi constatada uma conta no TAG Bank usada para o pagamento de US$ 16 milhões a Eike Batista. A transferência já foi alvo da Operação Eficiência.

O banqueiro também é sócio do empresário que vendeu a cobertura em que mora Sérgio Côrtes, ex-secretário de Saúde. Plass também havia sido alvo de mandado em 2016, na Operação Calicute.