PF deflagra Operação contra o tráfico aéreo de drogas  

  • Por Jovem Pan
  • 05/12/2019 08h04
Divulgação/PFO delegado da Polícia Federal, Fabrízio Galli, não quis divulgar o quanto de dinheiro era movimentado pelos criminosos

A Polícia Federal de São Paulo desarticulou uma das mais importantes quadrilhas envolvendo tráfico internacional de cocaína. Foram realizadas 11 prisões temporárias e 33 mandados de busca e apreensão em 16 cidades brasileiras.

O chefe da quadrilha tinha envolvimentos com o PCC e se passava por empresário. Ele foi preso em São José do Rio Preto, no interior de São Paulo.

A droga era produzida na Bolívia e chegava através de fazendas – de propriedade do chefe – no Mato Grosso do Sul.  Cerca de 85% do material produzido era vendido para a Europa e a outra parte ficava em São Paulo.

O delegado da Polícia Federal, Fabrízio Galli, não quis divulgar o quanto de dinheiro era movimentado pelos criminosos. De um ano e meio pra cá, foram transportadas 2,5 toneladas da droga.

Ainda de acordo com Fabrízio Galli, também foram apreendidas 15 aeronaves que faziam o transporte da cocaína até pistas clandestinas.

Os investigados serão indiciados por tráfico de drogas com pena de 5 a 15 anos e também por associação para o tráfico – com pena que variam entre 3 e 10 anos de prisão.

*Com informações do repórter Victor Moraes