PF desarticula esquema de envio de drogas para a África em Cumbica

  • Por Jovem Pan
  • 19/05/2018 09h26
Rovena Rosa/Agência BrasilAngolana de 24 anos foi presa em flagrante por tráfico internacional de drogas em Guarulhos

As Polícias Federal e Civil investigam irregularidades no embarque de bagagens no Aeroporto Internacional de São Paulo para países da África. A operação Festas do Mar teve início há dois meses a partir de uma denúncia sobre a diferença de peso em bagagens oficiais e inserção fraudulenta de malas adicionais em voos internacionais.

Para dar prosseguimento ao crime, a quadrilha registrava as bagagens extras em nomes de passageiros aleatórios, que não tinham dado consentimento para a ação.

Nesta semana, no Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, uma angolana de 24 anos, usada como laranja do esquema, foi presa em flagrante por tráfico internacional de drogas. Sob responsabilidade dela estavam três malas contendo 45 quilos de cocaína.

A passageira disse que as bagagens foram dadas a ela por uma pessoa na região do Brás, no centro da capital paulista. A droga seria levada para Luanda, na Angola.

O delegado da Polícia Federal, Rodrigo Weber, explica quais serão os próximos passos da investigação. “Temos mais informações para receber da ANAC e vamos analisar imagens de outros dia do circuito interno, visando identificar a atuação de outras pessoas e o que poderia estar acarretando nessa diferença de peso”, disse Weber.

O delegado não descarta a possibilidade de envolvimento de funcionários do Aeroporto Internacional de São Paulo terem facilitado o esquema.

A Polícia Federal ainda apura o envolvimento de outros grupos no envio de bagagens com drogas para países da África.

*Com informações do repórter Matheus Meirelles