PF indicia prefeito de São Bernardo do Campo por corrupção

  • Por Jovem Pan
  • 11/09/2019 07h12
Jovem PanMorando rebateu acusação dizendo que todas as suas contas e contratos foram aprovados

A Polícia Federal (PF) indiciou, nesta terça-fera (10), o prefeito de São Bernardo do Campo, Orlando Morando (PSDB), e mais 15 pessoas por corrupção passiva e fraude em licitações. Segundo o inquérito da delegacia de Repressão à Corrupção e Crimes Financeiros, o tucano teria usado a Fundação ABC para acomodar empresas de alimentação em cinco contratos que somam cerca de R$ 37 milhões.

Em exclusividade à Jovem Pan, ele disse que as acusações não são verdadeiras e que nunca obteve vantagens indevidas nas  licitações, que foram realizadas de maneira transparente e dentro do rigo da lei. “Eu quero esclarecer que as minhas contas da campanha foram aprovadas pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE), os contratos investigados nesta operação foram aprovados pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo”, ressaltou.

“E, a maior prova: um desses contratos, empresa contratada pelo PT na gestão do Luiz Marinho, que eu tirei da prefeitura, a Justiça estadual mandou ela devolver R$ 5,2 milhões para São Bernardo do Campo”, continuou ele.

Agora, inquérito da PF chegará ao Ministério Público (MP), que deve decidir se vai acatar ou não a denúncia contra Morando.

*Com informações da repórter Gabi Tricanico