PF investiga ataque de hacker a celular de Moro

  • Por Jovem Pan
  • 06/06/2019 06h38 - Atualizado em 06/06/2019 08h49
Aloisio Mauricio/Estadão ConteúdoMinistro da Justiça teve celular hackeado nesta semana e percebeu após receber ligação de seu próprio número

A Polícia Federal investiga o que o Ministério da Justiça chama de tentativa de invasão do celular do ministro Sergio Moro. O caso aconteceu na última terça-feira (4) e foi descoberto quando o ministro recebeu uma ligação do próprio celular. Ele atendeu, mas do outro lado da linha, ninguém disse nada. Sérgio Moro achou estranho, segundo a assessoria porque o acesso foi feito por um aplicativo que o ministro não usava a quase dois anos.

Ainda de acordo com a assessoria, o ministrou abandonou a linha e acionou a PF, que está investigando o caso. O Palácio do Planalto, foi informado ontem do caso, e segundo o porta voz da presidência, Rêgo Barros, a expectativa agora é de que as circunstâncias sejam esclarecidas.

“As investigações prosseguem a partir dessa informação e muito provavelmente a Polícia Federal já terá alguma indicação de como isso ocorreu”, declarou Barros.

Não há informações de que o hacker tenha pedido dinheiro aos contatos do ministro, por exemplo, como aconteceu no ano passado durante o governo Michel Temer. Pelo menos dois ministros do Palácio do Planalto na época tiveram os celulares hackeados, e vários deputados inclusive fizeram depósitos nas contas dos criminosos, depois de pedidos encaminhados por aplicativo de mensagem.

*Com informações da repórter Luciana Verdolin