PF prende grupo que usava crianças para migrar ilegalmente para os EUA

  • Por Jovem Pan
  • 06/09/2019 07h24
Arquivo/Agência BrasilUma das mães passou a morar durante mais de um mês na residência de um casal para que a criança se acostumasse com a presença dos adultos

A Polícia Federal prendeu nesta quinta-feira (5), em flagrante, 10 pessoas no Aeroporto Internacional de Brasília que tentavam migrar ilegalmente para os Estados Unidos pelo México.

Os criminosos estavam acompanhados por oito crianças, que seriam utilizadas no esquema de imigração ilegal. As crianças não tinham autorização para entrar no país norte-americano e, além disso, foi constatado que os passaportes de algumas delas eram falsificados para que se passassem por filhos dessas pessoas que foram presas.

Segundo a PF, a intenção dos criminosos era de utilizar as crianças numa prática conhecida como “Cai-Cai”.Nessa técnica, um adulto se entrega às autoridades migratórias dos Estados Unidos junto com a criança, para que sua deportação seja impedida.

Isso acontece porque as leis do país não permitem que a criança ou adolescente fique sozinho durante os trâmites de repatriação.

Durante as investigações, descobriu-se que uma das mães passou a morar durante mais de um mês na residência de um casal para que a criança se acostumasse com a presença dos adultos que a levariam para o exterior.

O casal pagou para se passar por pais do menor de idade perante as autoridades migratórias e, inclusive, falsificaram documentos com os dados de paternidade alterados.

Entre os crimes investigados estão promoção da migração ilegal de menor de idade e falsificação de documentos.

*Com informações da repórter Nicole Fusco