Piloto da American Airlines é acusado de agredir funcionária da empresa no Aeroporto de Cumbica

  • Por Jovem Pan
  • 08/03/2018 09h36
Wikimedia CommonsDe acordo com a Polícia Federal, o piloto, exaltado, foi falar com uma funcionária que, sem querer, pisou no pé dele

Um piloto norte-americano da American Airlines foi acusado de agredir uma funcionária da empresa na noite desta quarta-feira (07) no Aeroporto Internacional de Guarulhos.

O voo partiria de São Paulo para Miami e foi cancelado. A empresa, por meio de sua assessoria de imprensa, afirmou que apura os fatos e que todos os passageiros foram reacomodados e receberam a devida assistência.

De acordo com a Polícia Federal, o piloto, exaltado, foi falar com uma funcionária que, sem querer, pisou no pé dele. Segundo testemunhas, ele teria dito “don’t touch me” (“não me toque”) ao que ela respondeu que não havia encostado nele.

Segundo relato da vítima e de testemunhas, o piloto empurrou a funcionária da American Airlines e a pegou pelo pescoço. Um funcionário da manutenção do aeroporto viu a briga e interveio.

O piloto alegou em defesa que ela tentou dar um soco. Mas o copiloto não confirma a versão.

Foi elaborado um termo circunstanciado e o piloto teve seu passaporte retido e vai comparecer ao juizado criminal estadual de Guarulhos.

*Informações do repórter Fernando Martins