PM e Polícia Civil mudam protocolos por conta da pandemia do coronavírus

  • Por Jovem Pan
  • 19/03/2020 06h40
Divulgação/SSPAlgumas mudanças de procolo por conta da pandemia levantaram discussões, principalmente com relação à Polícia Civil

Forças de Segurança estaduais e federais mudam protocolos por conta da pandemia do novo coronavírus. Com as férias suspensas, funcionários da Segurança Pública dobram cuidados de higiene durante abordagens e suspendem eventos presenciais para evitar contaminação dos agentes.

A Polícia Militar de São Paulo aumentou o efetivo de tropas nas ruas e vai realizar operações ao redor de supermercados, farmácias e hospitais da capital paulista. O reforço no policiamento desses locais começa a partir dessa quarta-feira (18).

Além disso, entre as novas medidas adotadas pela PM diante dessa crise na saúde pública está a adoção de luvas para abordagem de suspeitos nas ruas.

A atenção com a própria tropa também foi redobrada: o Hospital da Polícia Militar está recebendo equipamentos e reservando estrutura para atender os policiais
que eventualmente sejam contaminados pela covid-19.

Segundo a Polícia Militar, testes de bafômetro continuarão sendo feitos nas ruas e avenidas de São Paulo, mas com protocolos rigorosos de higiene dos policiais e dos motoristas.

A Superintendência da Polícia Federal de São Paulo informou nesta quarta que apenas os casos considerados urgentes e prioritários terão audiências realizadas presencialmente; as demais serão remarcadas.

Algumas mudanças de procolo por conta da pandemia levantaram discussões, principalmente com relação à Polícia Civil. O Conselho Nacional de Justiça determinou que apenas um delegado irá participar de audiências de custódia.

Para o presidente da Associação dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo, Gustavo Mesquita, a decisão do conselho é hipócrita. “Fica exposta de um lado a hipocrisia contida nessa comportamento e de outra a vulnerabilidade dos profissionais delegados de polícia e de todos os policiais civis.”

O Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo obteve nesta quarta uma liminar judicial determinando que o Governo do Estado adote medidas para proteger os policiais civis contra a disseminação do Coronavírus.

O documento pede que o Estado adote a restrição de circulação nos ambientes públicos das Delegacias, além de outras medidas sanitárias.

*Com informações do repórter Leonardo Martins