Polícia Civil deflagra operação de combate à pedofilia em 26 Estados e no DF

  • Por Jovem Pan
  • 28/03/2019 09h12 - Atualizado em 28/03/2019 10h21
Divulgação/Polícia CivilNesta fase são investigados crimes de armazenamento, compartilhamento e produção de pornografia infantil

A Polícia Civil deflagrou na manhã desta quinta-feira (28) a 4ª fase da Operação Luz na Infância, que investiga crimes de abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes praticados na internet.

Nesta fase são investigados crimes de armazenamento, compartilhamento e produção de pornografia infantil.

Foram expedidos 266 mandados de busca e apreensão nos 26 Estados e no Distrito Federal. Apesar de não existirem expedições de mandados de prisão, ocorreram prisões em flagrante de suspeitos de armazenar e compartilhar material encontrado nas residências onde são feitas as buscas.

Até antes das 9h, mais de 60 pessoas já tinham sido presas.

A operação atinge 133 cidades e é coordenada pela Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça e da Segurança Pública.

As penas para os crimes investigados nesta quarta fase da operação variam entre um e oito anos de reclusão. A pena para quem armazena material de pornografia infantil é de um a quatro anos; para quem compartilha a pena é de três a seis anos. Aqueles que produzem esse tipo de material podem ter pena aumentada para quatro a oito anos de prisão.