SP: Polícia aposta em novas tecnologias para reduzir furtos em aeroportos

  • Por Jovem Pan
  • 25/09/2019 07h55
FEPESIL /FUTURA PRESS/ ESTADAO CONTEUDOOs novos equipamentos devem ser anunciados até o fim de 2019; grupo de estrangeiros foi preso nesta terça (24) furtando mochila de passageiro

A Polícia Civil de São Paulo promete anunciar até o fim do ano equipamentos que ajudarão no reconhecimento de criminosos em aeroportos. Nesta terça-feira (24), quatro peruanos suspeitos de cometer furtos no aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos, foram presos. O grupo já era investigado havia cinco meses por uma série de furtos no terminal.

O delegado-geral Ruy Ferraz Fontes explicou que os novos instrumentos irão agilizar o reconhecimento desses criminosos. “São ferramentas de informática que vão possibilitar o reconhecimento facial. Isso vai fazer com que a gente identifique os criminosos que já tão registrados como pessoas que atuam em furtos. E aí vamos evitar que os crimes sejam realizados com muito mais capacidade do que hoje.”

Segundo o delegado Osvaldo Nico Gonçalves, diretor do Departamento de Operações Especiais e Estratégicas muitos estrangeiros vêm ao Brasil para cometer furtos porque a lei para esse tipo de crime é muito branda. “A lei aqui é branda para esse tipo de furto, tem que aumentar pena. A gente prende, daqui a pouco eles estão na rua e voltam com outro nome. É difícil para a Polícia.”

Os peruanos foram presos após terem furtado uma mochila de um passageiro. A polícia vai analisar as imagens de segurança do aeroporto de Guarulhos para identificar se eles são os responsáveis por outros casos semelhantes no mesmo local.

*Com informações da repórter Natacha Mazzaro