Polícia francesa protesta contra acusações de racismo e violência

  • Por Jovem Pan
  • 13/06/2020 08h19
EFESob gritos de "Sem polícia, sem paz", policiais marcharam pela avenida Champs Élysées

Após protestos dos franceses por causa da violência policial no caso George Floyd e também no próprio país, foi a vez das organizações sindicais da polícia francesa protestarem.

Nesta sexta-feira (12), na capital Paris, os policiais saíram às ruas para reivindicar o que consideram uma estigmatização injusta e falta de apoio do governo.

Nesta semana, o ministro do Interior, Christophe Castaner, anunciou uma reforma das práticas policiais sob o lema de tolerância zero com o racismo e com o uso excessivo da força. As falas do ministro revoltaram os policiais.

Elas também deram mais uma pauta para as organizações civis que denunciam a violência policial no país e convocaram novas manifestações para este fim de semana.

Sob gritos de “Sem polícia, sem paz”, policiais marcharam pela avenida Champs Élysées, partindo do Arco do Triunfo, em direção à sede do Ministério do Interior. O mote da reivindicação carrega mais uma mensagem: uma resposta ao lema “Sem justiça, sem paz” gritado por milhões de pessoas nas últimas semanas.

*Com informações do repórter Victor Moraes