Polícia identifica suspeito de assaltar médico do Corinthians em SP

Joaquim Grava foi assaltado no último domingo, dia 7 de julho, quando chegava em casa na região dos Jardins, na Zona Oeste da capital paulista

  • Por Jovem Pan
  • 13/07/2019 12h35
ReproduçãoO médico do Corinthians, doutor Joaquim Grava

O Departamento Estadual de Investigações Criminais (DEIC) identificou um dos responsáveis pelo assalto ao médico do Corinthians, doutor Joaquim Grava. Trata-se de Carlos Henrique dos Santos, que deixou a mochila cair quando percebeu a aproximação da polícia em Embu das Artes, na região metropolitana de São Paulo.

O profissional, que dá nome ao centro de treinamento do clube, foi surpreendido por dois criminosos em uma moto quando chegava em casa na região dos Jardins, na Zona Oeste da capital paulista, no último domingo, dia 7 de julho.

Imagens de câmera de segurança mostram os bandidos se aproximando do médico no momento em que retirava compras do porta-malas de um veículo. Joaquim Grava teve uma arma apontada ao peito e foi obrigado a entregar a chave do carro, um cordão de ouro e um relógio Rolex.

O objeto, segundo ele, tinha sido um presente do ex-atacante Ronaldo Fenômeno, que passou pelo Corinthians entre 2009 e 2011.

Carlos Henrique dos Santos foi procurado em um imóvel dentro de uma comunidade na rua Centauro, no Jardim Colégio, mas conseguiu fugir por uma viela. A polícia civil continua as investigações e tenta identificar os outros participantes do assalto.

*Com informações do repórter Matheus Meirelles