Polícia investiga se morte de homem que clonava carros tem ligação com caso Marielle

  • Por Jovem Pan
  • 19/03/2019 06h41
ReproduçãoLucas teria sido contratado por Ronnie Lessa e Élcio Queiroz para clonar um Cobalt prata, que foi usado na noite do crime, há pouco mais de um ano

A Polícia do Rio de Janeiro investiga a morte, que ocorreu no ano passado, de homem especialista em clonagem de carros e quer saber se o assassinato de Lucas Nascimento Silva tem ligação com as mortes de Marielle Franco e Anderson Gomes.

Lucas teria sido contratado por Ronnie Lessa e Élcio Queiroz para clonar um Cobalt prata, que foi usado na noite do crime, há pouco mais de um ano.

O especialista em clonagem de carros foi executado a tiros em abril do ano passado, em Bangu, e a suspeita é de que sua morte tenha sido uma espécie de “queima de arquivo”. Afinal de contas, se fosse preso, ele poderia ajudar a Polícia e contar sobre a clonagem do veículo.

Os acusados de terem matado Marielle e Anderson permanecem presos e esperam para serem transferidos a um presídio federal fora do Rio de Janeiro.

*Informações do repórter Rodrigo Viga