Polícia paulista prende homem que praticou estupro de vulnerável em 2012 e estava foragido

  • Por Jovem Pan
  • 26/02/2019 07h10 - Atualizado em 26/02/2019 10h26
Arquivo/Agência BrasilEm 2012, Roberto praticou o crime de estupro de vulnerável e após a condenação de oito anos de reclusão estava foragido

A polícia de São Paulo prendeu Roberto Carlos Dos Santos, de 53 anos, atualmente motorista de Uber, que, em 2012, praticou o crime de estupro de vulnerável e após a condenação de oito anos de reclusão estava foragido.

A vítima, uma criança, era amiga do filho de Roberto e durante visita em sua casa, acredita ter sido drogada com algo colocado em sua bebida. A menina se lembra apenas que acordou no outro dia à tarde, nua, na cama de Roberto e ao seu lado dois preservativos. O homem ainda lhe ofereceu duas pílulas anticoncepcionais do dia seguinte.

O criminoso mudou-se várias vezes para diversas cidades e endereços nos últimos anos. Os investigadores chegaram ao homem através de um perfil no Facebook no qual ele estava vendendo quadros.

Os agentes se passaram por compradores, marcaram um encontro em Hortolândia, interior do Estado, onde ele residia atualmente e o prenderam. O diretor do Decade, Departamento de Capturas e Delegacias Especializadas, Osvaldo Nico Gonçalves apontou como ele agiu.

Como estava foragido, Roberto Carlos pode ter sua pena agravada.

*Informações do repórter Daniel Lian