Polícia pede prisão de suspeito de atropelar e matar criança durante churrasco em SP

  • Por Jovem Pan
  • 15/01/2020 08h26
Tânia Rêgo/Agência BrasilDe acordo com o delegado Pedro Luis de Souza, Volpi estava dirigindo embriagado e cumpria medida cautelar

A Polícia Civil pediu a prisão temporária do motorista que atropelou e matou uma criança de quatro anos em São Paulo. O caso aconteceu na madrugada deste domingo (12), quando Willian Volpi, de 26 anos, perdeu o controle do carro e invadiu uma borracharia na região de Campo Grande, zona sul da capital.

O menino Kayque Pietro Ferreira participava de um churrasco com a família e morreu no local. Outras quatro pessoas ficaram feridas e foram levadas ao Hospital Geral de Pedreira.

Os policiais ainda não localizaram o paradeiro de Willian Volpi, que fugiu sem prestar socorro às vítimas. Ele já tem passagens por roubo e porte de arma.

De acordo com o delegado Pedro Luis de Souza, Volpi estava dirigindo embriagado. O suspeito cumpria medida cautelar e não poderia estar fora de casa depois das 10 horas da noite.

A Polícia aguarda a Justiça de São Paulo analisar o pedido de prisão.

*Com informações do repórter Leonardo Martins