Polícia prende 20 integrantes que quadrilha que rouba carros no Rio de Janeiro

Grupo faturava cerca de R$ 500 mil por mês; foco era furto de veículos com antigos, com cerca de 50 anos de lançamento

  • Por Jovem Pan
  • 28/05/2022 08h47
Reprodução/Facebook/Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro Dois agentes com fardas da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro Operação Oxicorte foi deflagrada na última sexta-feira, 27, no Rio de Janeiro

A Polícia Civil do Rio de Janeiro prendeu 20 integrantes de uma quadrilha que roubava e receptava veículos e peças de carros foram presas nesta sexta-feira, 27. A quadrilha chegava a movimentar mensalmente, de acordo com a polícia, R$ 500 mil. Alguns dos alvos foram presos em endereços e caças de luxo na capital e na região dos Lagos. O grupo roubava carros, desmontavam os veículos e vendia as peças dos carros no mercado, chegando a clonar veículos, que eram negociados posteriormente. Participaram 120 agentes da Operação Oxicorte, que tinha como objetivo era cumprir 22 mandados de prisão e 40 de busca e apreensão. A quadrilha focava em roubos e furtos de veículos antigos, com cerca de 20 de vida — mercado está com peças bem valorizadas. O aumento de roubo desses carros chamou a atenção dos investigadores da Polícia Civil. Os automóveis eram roubados na capital e levados para cidades da região dos lagos, onde havia receptores da quadrilha e também os desmanches. Foram dois anos de investigação até a deflagração da operação. Agora, a polícia fluminense procura novos membros do grupo criminoso e busca conexões com donos de ferros velhos que atum na capital, no grande Rio e na Região dos Lagos.

*Com informações do repórter Rodrigo Viga