Polícia prende 70 por suspeita de violência contra a mulher em SP

  • Por Jovem Pan
  • 24/10/2019 08h36 - Atualizado em 24/10/2019 11h07
Marcos Santos/USP ImagensSomente de janeiro a setembro, 25 casos de feminicídio foram registrados na capital - com 24 prisões

Polícia de São Paulo prende 70 homens autores de violência doméstica e atos ilícitos contra as mulheres. As prisões fazem parte da Operação Outubro Rosa.

A ação contou com a participação das nove Delegacias de Defesa da Mulher de São Paulo, e as Delegacias Seccionais vinculadas ao Decap, o Departamento de Polícia Judiciária da Capital.

A titular da 6ª DDM, Juliana Lopes Bussacos, relata um caso de agressão, na frente das crianças, de um marido que prendia a esposa em casa. “Ele havia dado tapas e amarado os pés e mãos por duas horas. Ele filmou as imagens e encaminhou para familiares.”

O diretor do Decap, Albano David Fernandes, ressalta a necessidade das denúncias das mulheres nessa processo. “As pessoas devem procurar e acreditar na Polícia Civil, e denunciar a violência. É dever de todos denunciar esse tipo de violência.”

Dos 70 presos, 63 são delitos civis ou não pagamento de pensão. Cinco são criminais e dois flagrantes.

Somente de janeiro a setembro, 25 casos de feminicídio foram registrados na capital – com 24 prisões.

*Com informações do repórter Marcelo Mattos