Polícia prende milicianos ligados a suposto envolvido na morte de Marielle Franco

  • Por Jovem Pan
  • 23/11/2018 06h26
Reprodução/Facebook Marielle Franco Os dois presos têm ligação com o miliciano Orlando Oliveira de Araújo, conhecido como Orlando de Curicica, que está preso em uma penitenciária federal do Nordeste

A Polícia Civil do Rio de Janeiro prendeu nesta quinta-feira (22) dois milicianos que atuam em Jacarepaguá, na Zona Oeste da Capital.

Eles têm ligação com o miliciano Orlando Oliveira de Araújo, conhecido como Orlando de Curicica, que está preso em uma penitenciária federal do Nordeste e é apontado como um dos envolvidos nas mortes de Marielle Franco e Anderson Gomes.

O crime ocorreu em março deste ano e até agora está sem solução. A intervenção na área de segurança do RJ termina em 31 de dezembro, e a solução deste caso era considerada questão de honra para generais que cuidam do setor.

Informações obtidas pela Jovem Pan dão conta de que a morte de Marielle ocorreu por conta de disputa territorial na zona oeste do RJ, área de atuação dos milicianos.

Por trás disso o interesse de um vereador do Rio que queria auxiliar na especulação imobiliária de áreas ocupadas por famílias de baixa renda ou quilombolas.

*Informações do repórter Rodrigo Viga