Polícia prende um dos mentores de assalto milionário a uma agência do Itaú na Av. Paulista, em 2011

  • Por Jovem Pan
  • 17/10/2018 06h14
Itaci Batista/Estadão ConteúdoDe acordo com a Polícia, ele comandou a quadrilha que arrombou cofres de uma agência do Banco Itaú da Avenida Paulista, nos Jardins, em agosto de 2011

Polícia Civil prende um dos mentores do assalto milionário a uma agência do Banco Itaú na Avenida Paulista. João Paulo dos Santos, de 40 anos, foi detido no início da noite desta terça-feira (16) pela equipe de investigadores da Delegacia Central de Carapicuíba, na região metropolitana da Capital.

De acordo com a Polícia, ele comandou a quadrilha que arrombou cofres de uma agência do Banco Itaú da Avenida Paulista, nos Jardins, em agosto de 2011, no que é considerado o maior assalto a uma instituição financeira privada no Brasil.

Na ocasião, os bandidos invadiram o banco após quebrar uma porta de vidro e dominar um segurança. Os criminosos permaneceram dez horas no prédio e arrombaram 170 cofres que continham dinheiro, joias e outros objetos de valor pertencentes a clientes do banco.

A estimativa é de que a ação tenha rendido mais de R$ 500 milhões do bando. Parte das joias roubadas foi localizada na noite de 15 de setembro daquele ano por policias do Deic.

Durante investigações, 13 criminosos foram presos, acusados de participação no crime, entre eles João Paulo Santos, apontado como líder.

Eles foram julgados e condenados a 18 anos e 8 meses de prisão, mas a defesa de Santos recorreu e ele foi colocado em liberdade. O habeas corpus foi caçado, mas o assaltante não foi localizado e era considerado foragido até ontem, quando foi detido durante visita na casa de parentes na região central de Carapicuíba.

Ao ser abordado pelos policiais, ele não reagiu, mas apresentou um documento falso. Após ter sua verdadeira identidade revelada, Santos foi autuado em flagrante por uso de documento falso e encaminhado a um Centro de Detenção Provisória.

*Informações do repórter Paulo Édson Fiore