Polícia solta filho de El Chapo depois de quadrilha aterrorizar cidade no México

  • Por Jovem Pan
  • 19/10/2019 10h53
EFEPrisão de filho de El Chapo causou reação violeta de cartel mexicano

A soltura de Ovidio Guzman, filho do megatraficante El Chapo, está causando polêmica no México.

“Chapito”, como é conhecido, foi detido em uma casa na cidade de Culiacán com outras três pessoas. Durante a ação, homens fortemente armados do cartel de Sinaloa, cercaram as forças de segurança.

Houve tiroteio, bloqueio de vias e 56 presos fugiram de uma cadeia local. Mais de 20 pessoas ficaram feridas e pelo menos duas mortes foram confirmadas.

O governo mexicano admitiu que as forças armadas realizaram uma operação mal planejada. A violenta reação do cartel aterrorizou a população e horas depois Ovidio acabou sendo libertado.

Nesta sexta-feira (18), o presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, defendeu a soltura dizendo que “a captura de um delinquente não pode valer mais do que a vida das pessoas”.

Jornais locais e autoridades reprovaram a decisão. No Congresso, membros do Partido Conservador da Ação Nacional, de oposição, pediram a renúncia de Obrador e de todo gabinete de Segurança.

El Chapo, considerado o maior traficante da história do México, protagonizou duas grandes fugas, sendo a segunda vez de um presídio de segurança máxima.

Em janeiro de 2016, foi capturado novamente e transferido para os Estados Unidos, onde foi condenado à prisão perpétua neste ano.

*Com informações da repórter Lívia Fernanda