Polícia adia reconstituição da morte do ator Rafael Miguel

  • Por Jovem Pan
  • 02/10/2019 08h26
Reprodução/FacebookA reconstituição do crime deve ser a última etapa da investigação feita pelo 98º DP; Rafael e os pais foram mortos em junho de 2019

A reconstituição da morte do ator Rafael Miguel não ocorreu nesta terça-feira (1º) como havia sido planejada. O motivo foi a ausência da ex-namorada do ator, Isabela Tibcherani, e de sua mãe, Vanessa Tibcherani. As duas foram testemunhas do crime.

Rafael foi assassinado por Paulo Cupertino Matias, pai de Isabela, no dia 9 de junho deste ano. O crime aconteceu na estrada do Alvarenga, do bairro Pedreira, na Zona Sul de São Paulo. Paulo atirou 13 vezes contra Rafael e sua família por não aceitar o namoro da filha.

Ainda não foi definida uma nova data para a reconstituição, que deve ser a última etapa da investigação realizada pelo 98º DP.

Quase quatro meses após o crime, Paulo Cupertino continua foragido.

*Com informações do repórter Victor Moraes