População quer mais saúde, educação e segurança, mas Estado do RJ gasta muito com Previdência

  • Por Jovem Pan
  • 10/10/2018 05h58
Agência BrasilEste é o resultado de uma pesquisa encomendada pela Firjan junto ao Ibope

Moradores do Rio de Janeiro querem mais investimentos em saúde, educação e segurança, mas o Estado gasta muito com Previdência e máquina pública. Este é o resultado de uma pesquisa encomendada pela Firjan junto ao Ibope.

A pesquisa mostrou o desejo dos cariocas e fluminenses com relação ao governo estadual. O Estado está em segundo turno nas eleições deste ano.

Mais de 60% dos entrevistados estão pessimistas ou muito pessimistas e gostariam que o novo governador fizesse investimentos prioritariamente em saúde, em segundo lugar em educação e, em terceiro lugar, em segurança.

No entanto, cerca de 60% do que o Estado arrecada vai para a máquina pública e para a Previdência.

Para o presidente da Firjan, Eduardo Eugênio Gouveia Vieira, só uma reforma da Previdência pode dar mais fôlego ao Estado para que no futuro possa fazer os investimentos desejados: “temos massa de pessoas que está faltando educação, saúde, captação de esgoto, porque temos esquema de Previdência que é insustentável”.

*Informações do repórter Rodrigo Viga