Por ‘custo impraticável’, Doria desiste de Metrô para o ABC e promete BRT

  • Por Jovem Pan
  • 04/07/2019 07h03
Divulgação/Prefeitura do RJDe acordo com o governador João Doria, os custos do monotrilho poeriam chegar a R$ 6 bilhões; BRT já é utilizado em outras cidades brasileiras

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou nesta quarta-feira (3) a substituição do projeto da linha 18-Bronze de monotrilho, que ligaria São Paulo à região do ABC paulista, por uma linha de BRT.

A nova linha de ônibus especial vai conectar a estação Tamanduateí, das linhas 2-Verde do Metrô e 10-Turquesa da CPTM, ao Paço Municipal de São Bernardo do Campo.

Ao desistir do projeto de metrô leve, a gestão Doria alega que os custos com construção do monotrilho seriam altos, chegando a R$ 6 bilhões.

Segundo o governo paulista, o BRT pode atender a demanda de passageiros com a mesma eficiência. João Doria afirma que a iniciativa foi a melhor solução encontrada.

A linha 18-Bronze foi anunciada em 2009 e um contrato de parceria público privada chegou a ser assinado em 2014, na gestão Geraldo Alckmin (PSDB), com o consórcio VemABC, mas o projeto não foi para frente.

As obras do monotrilho ainda contariam com um financiamento do governo federal que não se concretizou.

O secretário de Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, afirma que orçamento inicial não seria suficiente, exigindo aditivos não permitidos ao contrato.

BRT

A construção do BRT custará cerca de R$ 680 milhões e o tempo de implantação será de 18 meses, a partir da assinatura do contrato, que ainda não tem previsão de acontecer.

Além da nova linha de BRT, o governador João Doria ainda anunciou a modernização da linha 10-Turquesa da CPTM, que liga o bairro do Brás, na capital, a Rio Grande da Serra, cruzando o ABC Paulista.

O governador afirma que uma nova frota de trens no “padrão metrô” será entregue já na próxima semana

Em outra tentativa de atender a população do ABC, o governo também anunciou o início dos estudos para construção da nova linha 20 do Metrô, que ligará a São Bernardo a Lapa, bairro da zona oeste de São Paulo, passando pela região das avenidas Faria Lima e Berrini.

*Com informações da repórter Victoria Abel