Por sobrevivência política, coligados abandonam Alckmin e declaram apoio a Bolsonaro

  • Por Jovem Pan
  • 04/10/2018 08h30
Jovem PanBancadas organizadas no Congresso se redefinem, e o Centrão abandona de vez a campanha de Geraldo Alckmin

Um reposicionamento na política. A disputa pela reeleição e o vale tudo da sobrevivência fazem os candidatos pularem para a campanha de Jair Bolsonaro.

Bancadas organizadas no Congresso se redefinem, e o Centrão abandona de vez a campanha de Geraldo Alckmin. As bancadas da Bala e Evangélica já anunciaram que estão com o candidato do PSL, mas a forte Bancada Ruralista foi a virada que produziu mais efeito.

Para se ter uma ideia, o presidente da bancada, deputado Nílson Leitão, é o líder do PSDB na Câmara. O DEM já faz campanha a Bolsonaro e, desde o início, o ex-líder do partido, Ônix Lorenzoni, e o deputado Alberto Fraga abriram divergências no DEM. Mas o deputado Rodrigo Garcia foi eleito líder e, como vice de João Doria (PSDB) ao governo de São Paulo, impediu apoio ao nome do PSL.

Com a decisão de Bolsonaro de não ir ao debate da TV Globo nesta quinta-feira (04), o programa, que encerra tradicionalmente a campanha, fica esvaziado.

Confira a cobertura completa das Eleições 2018

*Informações do repórter José Maria Trindade