PPP da Habitação de São Paulo entregará 210 apartamentos em janeiro

A Parceria Público Privada já entregou 1.443 moradias sociais na região central da capital paulista

  • Por Jovem Pan
  • 04/12/2020 11h06 - Atualizado em 04/12/2020 12h54
Rafael Neddermeyer/Fotos PúblicasO empreendimento também contará com 22 lojas no andar térreo a serem locadas ou comercializadas pela empresa privada

A Secretaria de Estado da Habitação vai entregar em janeiro 210 apartamentos distribuídos em duas torres residenciais, situadas na rua Mauá, centro de São Paulo. Os empreendimentos integram a Parceria Público Privada (PPP), dedicada à oferta de moradias, aprimoramento da infraestrutura de serviços e equipamentos públicos e a revitalização da região central. Os apartamentos são para famílias de baixa renda que ganham entre R$ 1.100 e R$1.700, que trabalham no centro da cidade, mas não tinham acesso à casa própria. O secretário de Estado da Habitação, Flavio Amary explica que os contemplados se inscreveram no projeto e participaram de sorteios classificatórios. “Eram pessoas que não têm atendimento habitacional, pessoas que não tenham casa própria e que trabalhem na região central. O objetivo, além de povoar  trazer mais qualidade de vida para a região central de São Paulo, é atender as pessoas evitando deslocamento das regiões periféricas para onde tenha trabalho.”

Serão oferecidos 42 apartamentos com 1 dormitório (38 m²), nove unidades com dois dormitórios adaptados para pessoas com deficiência (49,m²) e 159 unidades com dois dormitórios (49 m²) com playground, salão de festas, salão de jogos e jardins. A secretária de Desenvolvimento Social, Célia Parns, diz que as famílias terão também acesso a um hospital dentro do complexo. “Esse programa é um programa tão vasto que ele envolve também questões de saúde e cultural. Nós vamos ter também hospital fazendo parte desse grande complexo e todos os equipamentos culturais do entorno. Acredito que essas famílias que habitarão esses apartamentos terão toda uma infraestrutura que vão proporcionar os aspectos sociais que podem atender essa família”, explica. O empreendimento também contará com 22 lojas no andar térreo a serem locadas ou comercializadas pela empresa privada. A PPP da Habitação já entregou 1.443 moradias sociais na região central da capital paulista.

*Com informações do repórter Victor Moraes

  • Tags: