Prefeito de Porto Alegre pede apoio do Exército e Força Nacional para julgamento de Lula

  • Por Jovem Pan
  • 04/01/2018 09h57 - Atualizado em 04/01/2018 10h06
EFE“Tomei essa medida para proteger o cidadão e o patrimônio público”, escreveu em sua conta no Twitter

O prefeito de Porto Alegre, Nelson Marchezan Jr., solicitou ao presidente Michel Temer o apoio da Força Nacional e do Exército Brasileiro para atuarem na cidade no dia 24 de janeiro, data em que está marcado o julgamento do ex-presidente Lula no Tribunal Regional Federal da Quarta Região.

Segundo ele, o pedido vem por conta das manifestações de líderes políticos que convocaram invasão em Porto Alegre. “Tomei essa medida para proteger o cidadão e o patrimônio público”, escreveu em sua conta no Twitter.

Na carta a Temer, Marchezan ainda escreveu: “considerando a ameaça de ocupação de espaços públicos municipais pelos diversos movimentos sociais que manifestaram-se publicamente nesse sentido; considerando, ainda, a menção à desobediência civil e luta propugnadas nas redes sociais por alguns políticos, inclusive senadores da República; considerando o fato do Tribunal Regional Federal da 4ª Região situar-se no interior de um parque municipal, solicitou a convocação da Força Nacional e do Exército Brasileiro para auxiliar na segurança da população e proteção dos próprios públicos municipais, em razão do iminente perigo à ordem pública e à integridade dos cidadãos porto-alegrenses”.

Confira a carta completa: