Prefeitura de São Paulo libera tráfego de caminhões

  • Por Jovem Pan
  • 04/06/2018 09h39 - Atualizado em 04/06/2018 09h44
Agência Brasil circulação de caminhões de combustíveis e derivados, com até três eixos traseiros, está mantida em horário integral para os próximos 60 dias na cidade de São Paulo

A prefeitura de São Paulo vai liberar por mais uma semana a circulação de caminhões em todas as vias e em qualquer horário. A medida busca garantir o reabastecimento da cidade com alimentos e outros insumos, após a greve dos caminhoneiros.

A ação foi anunciada pelo prefeito Bruno Covas, neste domingo, durante a abertura da Parada do Orgulho LGBT na avenida Paulista. “Estamos ampliando para uma semana qualquer restrição a caminhão na cidade de São Paul para ajudar no reabastecimento do Ceagesp, da alimentação, da construção civil. Ainda tem . notícias que estão faltando muitos alimentos. Então para que não se tenha qualquer restrição à alimentação e segurança alimentar na cidade de São Paulo, é que nos atendemos esse pleito”, explicou Covas.

A medida poderá aumentar o congestionamento, mas segundo o Prefeito é um mal necessário, para conseguir reabastecer toda a cidade.

O secretário de Mobilidade e Transportes, João Octaviano, afirmou que o efetivo da CET será reforçado para manter a fiscalização. “Aonde tiver obras, elas ficaram paradas, então são caminhões maiores que vão circular. A CET está com isso mapeado e vai fazer uma fiscalização nos principais pontos. É fundamental que se entenda que esse tipo de ação é fundamental para reabastecer a cidade”, disse Octaviano.

Os Veículos Urbanos de Carga ficaram de fora da liberação, já que eles possuem regras próprias.

A autorização para a circulação de caminhões de combustíveis e derivados, com até três eixos traseiros, está mantida em horário integral para os próximos 60 dias. O rodízio de veículos de passeio volta a valer a partir desta segunda-feira.

*Com informações da repórter Natacha Mazzaro