Prefeitura de SP deverá ter política de enfrentamento às mudanças climáticas até meados de 2020

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, não quis adiantar as ações, mas considerou que esse enfrentamento tem que começar em nível local

  • Por Jovem Pan
  • 17/04/2019 09h20
Agência BrasilAs bases para essa estratégia foram definidas na tarde desta terça-feira (16), em uma reunião entre representantes do município com o grupo C40

A Prefeitura de São Paulo deve ter uma política de enfrentamento às mudanças climáticas até o meio do ano que vem.

As bases para essa estratégia foram definidas na tarde desta terça-feira (16), em uma reunião entre representantes do município com o grupo C40. Essa entidade reúne grandes cidades do mundo que discutem como combater os efeitos da emissão de gases de efeito estufa.

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, não quis adiantar as ações, mas considerou que esse enfrentamento tem que começar em nível local.

O prefeito deu as declarações nesta terça depois de participar de um seminário sobre o setor de combustíveis promovido pelo jornal Folha de S. Paulo, na capital paulista.

Covas ressaltou ainda que a licitação dos ônibus da cidade estipula metas para a emissão de poluentes, chegando a uma diminuição de 95% das emissões em 20 anos.

*Informações do repórter Tiago Muniz